terça-feira, 3 de julho de 2012

...as senhoras vão para o castigo?

...Se nós grandes não gostamos e sofremos, o que devem eles sentir? Muitas vezes, dou por mim a pensar o que vai naquelas cabecinhas quando os assuntos são difíceis e complicados de gerir entre nós grandes, quando até nós, não sabemos, muitas vezes lidar da melhor maneira, com certos temas.
O que será que pensam as crianças, quando vêm pais a discutir em casa, adultos no transito a maltratarem-se e ainda pessoas crescidas, a dizer palavrões e palavras proibidas, de forma tão normal que mais parecem frases obrigatórias e palavras a aprender.

Como podemos explicar aos nossos filhos, que existe o certo e  o errado, quando cada vez mais assistimos a episódios feios, que contrariam as regras e princípios que lhes queremos transmitir?

Este fim de semana, assisti e fiquei chocada com a selvajaria que se encontra a nossa sociedade, com atitudes e cada vez mais pessoas malcriadas e sem respeito pela pessoa alheia, mas principalmente pelas crianças, que estão presentes, e assistem de boca aberta a tanta asneira.

Sair da praia, num domingo, e vir para Lisboa pela ponte 25 de Abril, é o caos e começa a ser enervante o tamanho das filas que se apanha no regresso a casa. Ok é mau, não gostamos todos, mas tem de ser e por isso vamos lá ouvir música, cantar, contar histórias, conversar e tentar ultrapassar da melhor maneira esta parte menos boa do dia óptimo que tivemos. Pois, mas infelizmente, não é assim que pensa muita da nossa gente que se enerva com muita facilidade, que não respeita quem até está a cumprir e permanece no seu lugar e vai em marcha lenta, muito lenta, para casa. Os "xico espertos" são mais que muitos e lá vão eles tentar meter-se à cara podre onde bem lhes apetece. Claro que nem todos deixam, e aí a asneirada começa. Foi ver homens saírem dos carros de punho cerrado e caras de maus, mulheres deixarem os filhos no banco de trás e correrem atrás de outro que lhes tinha partido o espelho e nem pestanejou, e por fim calhou a nossa vez, que tivemos que levar com uma carrinha cheia de mulheres que ao tentar meter-se e o H. não deixar, ainda começa a maltratar-nos a dizerem asneiras em cada palavra que lhes saía da boca. Pior, ainda davam mais ênfase com gestos de mãos. A C. que ia acordada e bem acordada, perguntou-me no final.
- Oh mãe aquelas senhoras vão para o castigo?

...ninguém tem calma e todos querem chegar primeiro


Pois é, não vão para o castigo e ainda se riem de nós que lá estivemos a cumprir as regras de trânsito que existem para ser cumpridas e que cada vez menos as pessoas as sabem e as cumprem.

Fico triste com estes exemplos, e  ver que vai ser, cada vez mais assim, que as minhas filhas vão crescer.




ps -...nesta altura dos saldos começo a pensar nas compras que já posso fazer para o próximo ano. Faço uma escolha e depois lá vou eu arriscar a sorte e tentar comprar algumas com uns preços mais apetecíveis e arrumar para não haver tentações. Porque os armários podem estar cheios mas as novas apetecem sempre vestir.
Algumas das escolhas foram pensadas em peças que comprei este ano e vou conjugar para as duas Cs.








pss - ...ontem a C. grande estava vestida com roupa comprada nos saldos do Verão passado, tudo Zara. Adorei a túnica e uns calções brancos ficam bem com tudo, excepto com as brincadeiras do colégio, preto mais preto não havia quando veio para casa, mas não faz mal, brincar é bom e eu gosto!

...tudo Zara, e ténis Victoria na Patachoka


psss - ...Adoro chapéus de palha, gosto tanto que todos os anos compro um e até tenho o cantinho dos chapéus cá em casa. Cada vez que olho para eles lembro-me um bocadinho da praia, um bocadinho os dias de Verão e podem ter a certeza que no Inverno sabe mesmo bem. 
Adoro ver os miúdos também com eles, aliás amo. Ficam giros e cheios de pinta. Por isso nos saldos da Pré Natal comprei um para a C. grande que adora "roubar" os meus.

... chapéu de palha para a C. grande dos saldos da Pré - Natal




pssss - ...e hoje foi dia da C. grande dormir em casa da avó P. por isso os mimos foram todos para a C.pequenina que cada vez mais quer brincar com tudo o que pode pegar e diverte-se imenso a ver-se ao espelho. Ri-se às gargalhadas quando se vê.
 Não resisti ao momento just Me&c



A todos uma óptima quarta-feira.

Veja Cacomae também AQUI

14 comentários:

  1. É tão assustador imaginar os nosso filhos crescerem num mundo assim. Apetece guardá-los num caixinha pra que nada lhes aconteça. Mas temos que deixa-los viver e aprender, mesmo que isso nos custe!
    Tão querida a C. a perguntar se as senhoras iam pro castigo!

    Aliviando o tema, também já fiz compras para a Carlota para o próximo Verão! O pai diz que sou obcecada:)) mas pro ano vai saber muito bem já ter umas roupas e ter poupado uns €€! ;)

    Momentos "Me&c", lindoooos! A minha C também fica doidaaa em frente ao espelho! :))

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...ahahha, nao gostam agora para o ano ADORAM...lol
      Um beijinho grande para a tua C. também:)

      Eliminar
  2. Odeio as filas da Costa :( Mas a praia sabe tão bemmmm :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lolol...pois é boa sim, é tão boa que aturamos isto só por isso ;)))

      Eliminar
  3. É um tema que me preocupa bastante. Eu também ouvi muitos palavrões e nunca repeti, ainda hoje não digo nenhum. Acho que vai da educação que recebem em casa e no colégio e da sua própria personalidade.
    Os saldos!! Ainda não comprei nada a pensar no próximo ano, já comprei tanto este ano...! O meu marido um dia mata-me!!! Ainda tenho o aniversário da princesa, o meu, a compra de uma nova máquina fotográfica e um novo telemóvel. Ufa! Há sempre algo.
    Bjito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahaha...ele mata agora depois quase se poe de joelhos a agradecer...lololol
      beijinhosssssssssssssss

      Eliminar
  4. É um assunto que me faz muita confusão....nós tentarmos ensinar as regras o civismo enfim viver em sociedade e "ver" que hoje em dia esses valores para a maioria das pessoas não existe....muitas vezes os miudos sofrem e muito com isso. O J.no colégio muitas vezes é gozado pelos "coleguinhas"
    por ter certas atitudes (de educação) e vinha para casa a chorar porque tinham gozado com ele..... e explicar isso....enfim

    Saldos - sempre desde que nasceram que aproveitei para comprar os basicos ou classicos para o proximo ano ( nos rapazes então que não há muita variedade !!!e eu como compro tudo aos pares , sempre que vejo compro e tenho comprado coisas fantasticas a preços incriveis ...

    momento c and me fabuloso ..... a pequena c esta cada dia mais querida....

    bjns
    Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...isso de vir para casa chorar por fazer o bem...é tao, mas tão injusto!!!!!!!!!!!!
      os nossos momentos são tão bons...e ela é mesmo querida ;) mas eu sou suspeita ...lol
      Beijinho grande

      Eliminar
  5. Tema muito difícil! Já é complicado explicar certas coisas que se ouvem no jardim a miúdos da idade delas, quanto mais ditas por adultos que, em princípio, fazem tudo certo...
    Quanto aos saldos, não consigo esperar muito! No máximo, compro peças de meia estação que deem para vestir no outono, porque já tive surpresas de comprar coisas que no ano seguinte não serviam. Adorei a seleção! bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahha...adorei o nao consigo esperar muito!!!
      beijnhos :)

      Eliminar
  6. Pois! O que se pode dizer... Sempre houve e sempre haverá gente mal formada e mal educada! Nestas situações o exemplo vem de cima, se há pais que dão maus exemplos e os filhos os seguem que nem espelhos, também os há que dão muito bons exemplos que serão seguidos, que nem espelhos, pelos filhos. Tudo tem a ver com a realidade e envolvente social onde cada criança está inserida. Se a Ana tem a consciência que não quer esse tipo de pessoas a dar maus exemplos às suas pequenas é porque também não se identifica com esse tipo de pessoas, por isso, quer-me parecer que vai correr tudo bem. Pode parecer estranho dizer isto, mas é saudável assistirem (de fora) a situações como essa para poderem perceber o que é certo e errado.
    Tudo de bom

    V.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...é verdade sim senhor...tens toda a razão!
      bjs

      Eliminar
  7. Os maus exemplos têm de servir também como exemplo. E ela sentir-se mal com o que viu significa que distingue sim, o certo e o errado. Ainda é cedo para a consolidação da moral e do super ego (desculpa os palavrões!) mas é de pequenino que se torce o pepino:):)

    ResponderEliminar