quarta-feira, 18 de Julho de 2012

...afinal quem é que tem razão?

Como explicar porque se muda tanto, comportamentos e tratamentos, entre hospitais e até no mesmo hospital?
A MF já nasceu, uma bébé amorosa que para mim é como se fosse uma sobrinha verdadeira, mais uma bébe da família. A mãe é uma das minhas melhores amigas de há muitos anos e por isso a visita ontem era obrigatória. Claro que fiz logo imensas perguntas do género:
- Então aqui também deixaram de desinfectar o umbigo com álcool a 70º?
- Não, elas desinfectam sempre o umbigo em cada muda de fralda, com o álcool!!!
Porque se muda assim, gostava que me explicassem? É para serem diferentes? Porque a C. grande tem 3 anos e quando nasceu, também se fazia dessa maneira. Com a C. pequenina há 7 meses já não, o umbigo foi apenas lavado com água e caiu muito mais rápido.

A C. grande deitávamos de lado, porque era melhor! Hoje e há 7 meses já se manda deitar de barriga para cima porque, afinal, assim é que é melhor!!

Como devemos nós reagir a tantas mudanças em tão pouco tempo?

Outro exemplo, a mim sempre me disseram que os bébes quando nascem têm muito mais frio, porque vêm habituados a estarem todos enrolados, muito quentinhos na nossa barriga, por isso precisam muito mais calor. Sempre as tive vestidas e tinha imenso cuidado nos primeiros tempos com temperaturas e ar condicionados. Ontem no hospital, a MF estava apenas de body, e umas meias calçadas, o quarto para mim estava frio (mas ontem, na rua o termómetro marcava 40º), mas foi assim que a pediatra disse para fazer, e por isso era assim que a A. estava a fazer. Fez-me confusão e até eu que sou mais que adepta, que não se deve mandar bitaques e palpites, não fui capaz de não dar a minha opinião e dizer que achei o quarto gelado e ela pouco vestida! Desculpa A. não resisti...

era tão pequenina e quase não me lembro dela assim...


Acho que assim é muito mais difícil, seguir regras e padrões que nos ensinam e dizem para fazer.
Afinal quem é que tem razão?



ps - ...no meu caso, achei que foi bom assim, não quer dizer que não achem melhor de outra maneira. A C. grande tinha 2 anos e 7 meses quando a C. pequenina nasceu. Estava muito agarrada a mim, como todos os filhos nesta idade, estão agarrados às mães. Ela só foi visitar-nos ao hospital, a mim e à C. pequenina, no dia que eu ia para casa...foi óptimo assim, e a reacção não podia ter sido mais querida...

...A C grande estava tão feliz, quando foi visitar a irmã!!



pss - ...Não sou daquelas mães fãs de bébes recém nascidos, gosto muito mais da fase que começam a palrar e a ter a sua graça...Mas adoro as fotos, que tenho tiradas delas muito pequeninas, e que não me canso de ver e rever, e sim de babar...

...as Cs pequeninas


psss - ...e o nosso presente para a MF foram as letras que a sua mãe adorou e gostava de ter no quarto, que preparou e está um amor...
As letras ficaram lindas e são do Atelier da Tufi, um presente giro e original e que as mães adoram receber...fica a dica. Podem ver mais ideias de letras da Tufi aqui.

estes foram os tecidos e a combinação escolhida...adorei o resultado final, letras do Atelier da Tufi


Boa quarta-feira a Todos, e um beijinho especial a todos os bébes que nasceram esta semana!

Veja Cacome também AQUI

10 comentários:

  1. Pois realmente...A M. nasceu há pouco mais de 1 ano e ainda desinfectei o umbigo, ainda a aqueci cheia de roupa e deitei-a sempre de lado nos primeiros tempos se bem que me avisaram que de barriga para cima tambem não fazia mal....
    Mas isto é como tudo...em relação aos medicamentos também não estão sempre com teorias novas`?!!! Bom dia Ana!!!

    ResponderEliminar
  2. O meu mais velho é da idade da tua e já na altura que nasceu não se usava desinfectar o umbigo, só lavar e secar, e deitar era de barriga para o ar. Bjs

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida, tudo muda. mas com tantos estudos e estatísticas, espero que seja para melhor! Pelo menos até há dois anos atrás, ainda se usava o alcool para desinfetar o umbigo... Da próxima vez, não sei ! :-)

    Pois em relação a recém-nascidos, eu sou ao contrario. Adoro bebés pequeninos, pequeninos, não consigo deixar de olhar, querer dar colinho e pô-los a dormir em cima da barriga...

    A 1ª fotografia é d C. grande ou bebé? A M. tinha uma touca igual :-) E agora está tudo guardado... Vou ter muita pena se não conseguir ter mais. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Já não usei alcoll com a C. Tenho ideia que com o V. também não.
    Uma das coisas que achei mais piada foi a questão dos banhos: deixaram de querer banho todos os dias para banho de 2 em 2 dia sou mesmo de 3 em 3. Parece que a gordurinha acumulada pelos bebés é importante e um factor protector.

    A mim sempre me disseram para não a ter muito agasalhada, mas como os outros tinham nascido todos em tempo frio foi mais difícil de assimilar.

    Eu sou daquelas que fica derretida a ver bebés, mesmo tendo eu 4 filhos. E acho que sou daquelas que não pararia por aqui se a vida o permitisse.

    Beijinhos e, mais uma vez, fotos lindasssss:):):)

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho um irmão 12 anos mais novo do que eu e por isso fiz o curso de preparação para o parto com essa idade! lol
    Quando fiquei grávida da Gigi fiz o curso mais pelo parto do que pelos cuidados com o bebé. Não me assustava e lembrava-me de muita coisa. (Ser Educadora também ajuda). Lembro-me que me deram imensos conselhos que eu não levei a sério. Na altura da Gigi já me mandaram deitá-la de barriga para cima. Mas eu detestava porque achava sempre que ela podia sufocar com o vómito. Deitava-a ora para um lado ora para o outro (para não deformar a cabeça) e sempre com uma fralda enrolada a apioar as costas. Usei alcool nos dois! O umbigo da Gigi caiu no dia em que chgámos a casa, o do Vicente demorou uma semana. Olha, as coisas mudam tanto e tão depressa e são tão cíclicas que eu acho que todos estão correctos. É indispensável que a mãe se sinta segura com o que está a fazer e que leia os sinais do bebé. :)

    beijosss

    ResponderEliminar
  6. com a minha filha tb usei alcool no umbigo!! ela tem agr 2 anos e 3 meses e tb a deitava de lado... mas já na altura me diziam que de barriga para cima era melhor mas eu não conseguia pq se ela bolsava engasgava-se.. e ela bolsava MUITO mesmo!! por isso tenha eu mais filhos ou nao (ESPERO QUE SIM ;P) vou deita-los de lado com todos os cuidados que sempre tive!! e eu amooo bebes recém-nascidos.. amo amo amo!! aliás amo todas as fases!! e a minha agora está a passar uma fae complicada.... resmunga com tudo, diz que não a tudo, não quer obedecer... ai meu deus!! ;)

    ResponderEliminar
  7. Antes de mais...que bom deve ser ter uma amiga tão querida e dedicada como a Ana! Há poucas pessoas assim.

    Eu fiz o curso de preparação com enfermeiros da MAC há 1 ano atrás (já???!!!!) e ensinavam que o álcool só se deve usar quando o bébé tem vários "cuidadores", isto é, vários enfermeiros e pessoas de família a tocarem no bébé, o que aumenta a possibilidade de infecção. Fora isso, só limpar bem com água. Por acaso a minha filha teve que nascer na MAC e ali é sempre a mãe que trata do bébé, eu só usei água. O umbigo caiu ao 4.º dia, nunca tive o menor problema, sempre impecável e ficou um umbigo lindo.
    Ah, e também vestem bastante os bébés. Estava uma onda de calor na altura e tinha um cobertor polar.

    Quanto à posição para dormir, no curso também ensinaram a pôr de barriga para cima, que é essa a recomendação actual da OMS, revista há poucos anos. Na MAC punham os bébés a dormir de lado (e com a cabeceira subida! Claro que estranhei e perguntei. Responderam-me que "também pode ser de barriga para cima". Na altura li sobre o assunto, ouvi a família e a minha intuição e nos primeiros +- 2 meses passei a pô-la de lado logo depois de mamar pelo sim pelo não e de barriga para cima o resto do tempo. Acho que ela gostava mais de lado porque ficava tipo encolhida como devia estar na minha barriga. Mas estava sempre de olho nela a ver "se está a respirar"!!

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai..corrigo..o cobertor era de papa,não era polar. E a sala estava bem quente!

      Eliminar
  8. Tudo mudo, tudo evolui e o qu era verdade absoluta há 1 ano atrás, vira ridículo hoje! É assim com os cuidados aos bebés e com tantas outras coisas. O grande senão das variações com o tempo é os palpites constantes. porque no meu tempo punha-se uma moeda no umbigo! porque no meu tempo desinfectava-se com betadine e blá, blá, blá! Só para teres noção, o meu rapaz nasceu em Março de 2011 e, no local onde fiz a preparação para o parto disseram que se desinfectava o umbigo com alcool sem cetirinamida (ou qq coisa parecida)!! bem chique!
    Quanto a dormir: barriga para cima, sempre... ou até provaverm o contrário!!
    E, quanto a gostar de recém nascidos... deliro, adoro, amo! Ouço, imensas vezes "com esta idade é que eles tem piada" ou 2esta fase agora é que é boa", sempre em oposição às primeiras semanas e acabo sempre por ter de discordar, porque adorei quando era micro mini!

    Beijinhos para ti

    ResponderEliminar
  9. Com a L. também me mandaram deitá-la de barriga para cima e vesti-la pouco. Será que eles sabem, realmente do que estão a falar?? Se era bem feito antes, porque não o é agora?!
    Bjitos

    ResponderEliminar