terça-feira, 13 de outubro de 2015

A vacina da gripe

E o Outono chegou com chuva e dias bem mais frios. Começou com uns dias lindos e quentes, mas já mostrou que isso é passado e o melhor é tirar os casacos, o chapéu de chuva e pedir para passarem rápido as próximas duas estações (as que gosto menos, confesso). Aqui por casa, as miúdas apenas começaram a dar sinais de mudança de estação com os narizes mais ranhosos e a Caetana com alguma tosse, principalmente, à noite. Eu, é que desta vez fui a camisola amarela e ando com uma constipação como há muito tempo não tinha. Já me fez pensar que é desta que vou tomar a vacina da gripe. Cá em casa todos os anos temos a mesma dúvida e este não está a ser excepção. A minha mãe, por já ter uma certa idade, toma desde há muitos anos e não passa sem ela. Já me pediu, inclusive, para marcar consulta com o seu médico, para lhe passar a receita e ela poder encomendar na farmácia, uma vez que a data prevista para a sua chegada, foi dia 1 de Outubro. Vou aproveitar a ida das Cs ao pediatra, na próxima semana, para falar com ele sobre este assunto também, pois as aulas já começaram e como todas nós mães sabemos, é sempre a partir dessa data que as gripes e constipações dão o ar da sua graça. Não me apetece mesmo nada, começar as noites em branco com miúdas cheias de febre sem conseguirem dormir.


Já agora, fica uma dica para quem já está a desesperar com a espera e as filas nos centros de saúde para serem vacinados (atenção que crianças, idosos e pessoas que sofram de doenças respiratórias e outras, têm prioridade), as farmácias também podem dar a vacina e é sem dúvida muito mais rápido.





Eu sei, não apetece nada pensar já nestas doenças de Inverno, mas como esta é a altura ideal para a vacinação, a Organização Nacional de Saúde agradece a nossa ajuda para vos alertar para a importância desta vacina.





19 comentários:

  1. Cá em casa nunca dei, nem vou dar. As miudas tomam 2 vezes por ano (outono e primavera) Immunilflor, que é à base de Equinacea e Propólis, e vende-se no Celeiro. É ótimo para reforçar o sistema imunitário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho colegas que tomam também estou a pensar comprar.

      Eliminar
    2. cada um faz o que acha melhor, sem que no entanto isso possa ser o melhor.

      Eliminar
  2. E aquele post que prometeu tentar fazer??

    ResponderEliminar
  3. Também nunca dei, nem estou por dentro do assunto. Recordo-me de ter tomado a vacina uma vez na minha adolescência e esse foi o meu pior ano, constipei-me imenso! E desde aí tenho em mente que, uma vez o vírus da gripe é mutante, todos os anos pode ser diferente, a vacina não fará grande diferença. Mas, lá está, estou desatualizada de informação a este nível... Enquanto a pediatra não falar sobre o assunto, vou deixar andar.
    Lu, blogdamamalu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Só acima dos 65 anos, ou com problemas respiratórios é que devem fazer a vacina. A Ana, sendo saudável, não faz sentido. Nem as suas crianças, se são saudáveis. O que é de incentivar é uma alimentação saudável e não uma corrida às farmácias para as industrias farmacêuticas se encherem de dinheiro.
    Sandra G.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o sistema imunitário que fica exposto ao tóxico hidróxido de alumínio das vacinas! Péssimo para a saúde! Já que se tem de dar vacinas, que se dê só as importantes, a meu ver. Uma constipação nunca matou ninguém saudável.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    3. Uma gripe não é uma constipação comum. São provocadas por vírus completamente diferentes. A gripe mata, sim. Mas eu também só aconselho a tomar a vacina da gripe pessoas incluídas nos grupos de risco, como idosos, crianças com doenças do foro respiratório (incluindo as alérgicas) profissionais de saúde ou pessoas portadoras de doenças crónicas. Se uma pessoa for saudável e com um bom sistema imunitário não corre tantos riscos. A gripe é uma doença grave e é importante não desvalorizar essa gravidade.

      Eliminar
  5. Eu confesso que nunca fiz, mesmo trabalhando num hospital, nem fiz aos meus filhos. O vírus pode mutar e a vacina provavelmente não serve para nada. O melhor é termos o nosso sistema imunitário forte, muito sumo de laranja para nós e para os miúdos :) Beijinhos Ana!

    ResponderEliminar
  6. O Pediatra dos meus disse que só recomendaria a vacina a crianças com doenças de respiração crónicas.

    ResponderEliminar
  7. eu fiz o ano passado e não correu nada bem mesmo. Além de ter ficado logo doente, com a própria da gripe (e das más mesmo) tive um ano pessimo. Comer bem, desporto e descanso. Para gripes é mais do que suficiente.

    ResponderEliminar
  8. tenho bronquite asmática e fiz vacina da gripe em 2004. foi o ano que andei pior. este ano o médico sugeriu que a tomasse. mencionei-lhe o que acabei de escrever, ele nem insistiu...
    há formas mais naturais de prevenir as gripes e acho que vale a pena começar antes por aí. muito suminho de laranja e cozinhar c/ oregãos, que também ajudam a prevenir gripes! as melhoras!

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Doutor e a vacina é a injectável? ou pode ser a Paspat? Helena Gomes

      Eliminar
  10. Obrigada, Dr. Vasco! Já comprei a vacina para os meus filhotes.

    ResponderEliminar
  11. Depende das situações. A minha bebé teve que tomar, para prevenção de recaídas a nível do sistema respiratório. Contudo, há sempre opiniões divergentes.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar